O IMPACTO DA CRISE NA SAÚDE – IGNORAR, CONTRIBUI PARA CONSEQUÊNCIAS DRÁSTICAS

Segundo notícia na SIC, Uma mulher passou quatro anos em tratamento a infecção generalizada e ninguém assume responsabilidade pela indemnização, da infecção contraída durante uma cesariana.

Ninguém deve atribuir a culpa ao médico a A, B ou C. Independente de quem seja a culpa, a responsabilidade é do hospital por todo o pessoal que lá exerce profissão. Num país de profissionais e de respeito por quem deles depende, tanto o hospital como todo os profissionais, para além de devidamente certificados, devem possuir seguro para riscos de mal prática, porque ninguém está livre de erros. Quando a vítima não é compensada pelos danos sofridos, então é vítima duas vezes da mesma ocorrência. Hoje foi aquela doente, amanhã poderá ser qualquer um de nós!

Muitas infecções são contraídas nos hospitais devido à má qualidade do ar ambiente e muitos outros aspectos, cada vez mais degradados devido aos cortes constantes nos orçamentos hospitalares. Muitos hospitais têm a entrada da recepção como que fosse um hotel de 5 estrelas. O pior é o estado nos bastidores hospitalares que afecta a saúde e vida não apenas dos doentes, como de todos que lá trabalham. A maioria dos hospitais, principalmente os públicos não possuem qualquer tipo de certificação na maior parte dos departamentos. Embora a lei exija que os hospitais privados possuam certificações,  muitos dos privados estão também a ignorar devido a condições de cortes orçamentais.

O que aqui menciono, não se trata de pura teoria, mas de experiência vivida e com factos documentados, em meu poder,  para além de dúvidas.

Notícias, como esta: ”  42 diretores de serviço do Garcia de Orta denunciam situações graves no hospital, não me surpreendem. Felizmente que há clínicos com dignidade no sistema de saúde, para trazerem publicamente a realidade da situação dentro do sistema de saúde.

Há anos, mais precisamente em 2007, com base nos meus conhecimentos e experiência, publiquei um livro intitulado: “A Qualidade do Ar Interior em Instalações Hospitalares“. Procurei contribuir dentro dos meus conhecimentos e especialização profissional, para um melhoramento a nível nacional das condições hospitalares, tanto para os utentes hospitalares como para todos os que trabalham dentro das instalações, os quais têm a saúde em risco. Foi um trabalho e luta inglória e severamente dispendioso para mim. Depois da minha resignação, resta-me apenas a consolação de que prestei um trabalho com brio e dignidade profissional em pró do país onde nasci.

Hoje, foi a notícia de uma portuguesa que foi vítima de algo que correu mal como utente de um hospital e do qual ficou a sofrer, possivelmente para toda a vida, não apenas no aspecto físico mas no âmbito psicológico e certamente com repercussão grave na sua vida pessoal e social; amanhã poderá acontecer a outro português. Mas, para dar o valor real ao que as vítimas sofrem em todos os âmbitos, só quando nós somos directamente os afectados. E a realidade, é que amanhã poderá ser qualquer um de nós!

CALAR É CONSENTIR! ESTOU NAQUELA FASE DA VIDA EM QUE NADA MAIS ME PODE CALAR!

HAJA INTERVENÇÃO, CIVISMO E RESPEITO PELO PRÓXIMO!

 

About Carlos Piteira

Licenciado em Microbiologia pela Maryland University. Especialista em Microbiologia Clínica pela American Society of Clinical Pathologists. Consultor da Qualidade do Ar Interior. Autor do livro: ” A Qualidade do Ar Interior em Instalações Hospitalares”

Ver todos os artigos de Carlos Piteira

Subscrever

Subscribe to our RSS feed and social profiles to receive updates.

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: