A EUROPA AFUNDA-SE! França entra em recessão e deixa Alemanha isolada. Por quanto tempo mais?

A austeridade, conduz a França a dois trimestres consecutivos de crescimento negativo. 
A economia francesa contraiu 0,2% no primeiro trimestre deste ano, na sequência de uma queda do mesmo valor nos últimos três meses de 2012. Com dois trimestres consecutivos de crescimento negativo, França acompanha a tendência europeia e entra oficialmente em recessão, deixando a Alemanha como a última economia saudável da zona euro.
Depois da Grécia, de Portugal, da Irlanda, de Espanha, da Holanda e de Itália, chega a vez da França. A segunda maior economia europeia entrou oficialmente em recessão, deixando a Alemanha como o único país a apresentar crescimento económico no primeiro trimestre de 2013. Isto, por quanto tempo mais? Talvez até às eleições na Alemanha para a reeleição de Merkel.

 

A crise económica não é obra do acaso. O que está a acontecer na Europa a nível económico é intencional. Não são os governos que controlam ou regem as economias de um país, mas sim o mundo da finança oculta que manipula a economia de cada país, através da manipulação dos governos. Os governos são meros carrascos na execução das decisões no mundo financeiro.
Os senhores poderosos do mundo monetário, procuram em cada país infiltrar no poder alguém do seu conhecimento e confiança, não só inteligente mas esperto, ambicioso, capaz de persuadir o seu povo e em última instância com capacidade de executor a qualquer custo. Muitas vezes o infiltrador do mundo financeiro nos governos não se trata do líder governamental, mas de alguém com inteligência superior à do líder e com capacidade de manipular as incompetências do chefe do governo. Esse é o caso em Portugal, em que o ministro das finanças, Vitor Gaspar (ver CV), manipula a incompetência por falta de experiência do seu chefe, Passos Coelho(ver CV).
No mundo das finanças, não há escrúpulos ou solidariedade para quem em dificuldades. Todos os meios são adequados para alcançar os objectivos desejados. Quanto mais degradado um país chegar, maior são as probabilidades de benefícios vitalícios para o mundo dos financiamentos. Hoje, dão  apoio verbal e financeiro a um país, afirmando publicamente que as políticas escolhidas estão no caminho certo, oferecendo mais empréstimos e todo o apoio. Amanhã mudam de opinião e dizem que o país contínua em queda com as medidas aplicadas. É o tipo de ajuda em que se dispõem em dar um chouriço a quem lhes dê uma manada de porcos.
As palavras de ontem do presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, ao afirmar que: “Resolver o desemprego é responsabilidade dos países, não da UE”, não só desacredita o valor da União Europeia,  como agrava mais o estado económico da Europa, podendo alastrar para uma revolução social, mesmo ao nível de uma guerra mundial, que como as anteriores tiveram início na Europa.

A Europa está entregue a uma manipulação de ladrões, protegida por normas e leis que os próprios elaboram e aprovam de acordo com os objectivos dos seus programas.
Cristo
, , , , ,

About Carlos Piteira

Licenciado em Microbiologia pela Maryland University. Especialista em Microbiologia Clínica pela American Society of Clinical Pathologists. Consultor da Qualidade do Ar Interior. Autor do livro: ” A Qualidade do Ar Interior em Instalações Hospitalares”

Ver todos os artigos de Carlos Piteira

Subscrever

Subscribe to our RSS feed and social profiles to receive updates.

2 comentários em “A EUROPA AFUNDA-SE! França entra em recessão e deixa Alemanha isolada. Por quanto tempo mais?”

  1. serolmar Says:

    Como resposta ao comentário anterior: só o facto de existir corrupção a esse nível nos mostra que o sistema neoliberal não funciona. As designações de “mercados financeiros” ou “produtos financeiros” éconsiste na estupidez de quem quer legitimar roubos. Veja-se descrição de como funciona em:

    http://www.spn.pt/Download/SPN/M_Html/Mid_172/Anexos/SPNInf46_ManifestoDosEconomistasAterrados.pdf.

    Eu nunca devi nada a ninguém nem me coaduno com tais práticas e tiram-me, por ano, mais 90% do salário que recebo, tenho menos direitos e a dívida do país, ao invés de estabilizar, aumentou. Qual é a desculpa?

    Um comentário sobre o cartaz que serve de capa ao texto: é uma excelente alegoria ao que realmente se passa mas analisado de uma forma assaz superficial. De facto, não foi o “povo” nesse tempo que escolheu o ladrão. Foram os representantes do “povo”, escolhidos pelos fariseus (curiosamente, o dicionário ensina-nos que esta palavra serve como sinónmo de hipócrita) que o fizeram. É precisamente isso que hoje acontece e para onde se volta o maravilhoso sistema democrático que nos embraça.

    Gostar

    Responder

  2. Vasco Says:

    Não esquecer que os mercados não são os culpados de tudo. Nos mercados financeiros só interessa a rentabilização dos investimentos. Cabe aos governantes e as entidades que ofereçam produtos aos mercados saberem o que estão a fazer. Se os governantes desses países deixaram-se corromper pelos negócios pouco claros de algumas entidades financeiras isso não significa que todos os outros agentes financeiros são responsáveis pela desgraça dos países. Pelo contrário, a corrupção e a falta de transparência que existe entre certas entidades e governos provoca monopolização e injustiça no mercado financeiro.

    Afinal de contas isso acaba prejudicar os negócios dos outros agentes financeiros que não estão metidos nos mesmos esquemas. Existindo monopolização e corrupção provoca-se o afastamento de todas as outras possíveis entidades que poderia-se fazer negócios.

    Se Portugal e muitos outros países Europeus estão com problemas económicos, isso deve-se a algo mais profundo, que não tem nada a ver com os mercados financeiros. Se não fossem os tiranos dos mercados e da União Europeia, Portugal já tinha afundado à muito tempo.

    Os mercados não são anjos, nem estão interessados em salvar a fome e todos os males da humanidade. Mas se se poderem fazer um negócios onde possam rentabilizar os seus ativos melhor. Um negócio é um bom negócio quando ambas as partes ficam satisfeitas. Dinheiro emprestado não é dinheiro oferecido sem nada em troca. E ninguém quer vive do ar.

    Portugal fez negócios com muitas entidades financeiras, mas cabe a quem celebrou os contractos saber o que fazer com o dinheiro e garantir que negócio seja um negócio que beneficie ambas as partes.

    Se Portugal anda a fazer negócios pouco claros e sujos com agentes que colaboram nos mesmo moldes, isso só prejudica a imagem do nosso pais e afasta todos os outros agentes financeiros que poderiam fazer negócios de forma limpa e justa. Com este tipo de política Portugal só dá um tiro nos pés e mancha a sua imagem e reputação nos mercados.

    O que acontece com os outros agentes económicos que tem dinheiro investido no mercado Português e apercebe-se que o governo Português anda endividado ao pescoço com negócios poucos claros e sujos?

    O que acontece quando os agentes internacionais descobrem que para vencer no mercado interno Potuguês tem que ser ter estratégias pouco transparentes e corruptas?

    O que acontece quando aos agentes internacionais descobrem que muitos sectores do mercado interno, supostamente “privatizados” descobre que apenas empresa x ou y detém o monopólio do mercado. E as mesmas detêm parcerias e contractos pouco transparentes com o governo?

    Sabem o que acontece? Toda gente tira o dinheiro de Portugal para fora. As empresas e agentes corruptos ficam com o monopólio e o povo é que sofre com tudo isto.

    Acho que está na altura do povo Português começar a pensar que os mercados não são a origem de todo o mal do mundo.

    Gostar

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: