A POLÍTICA, É DOS ASSUNTOS MAIS NOJENTOS ….

7 de Fevereiro de 2013

O PAÍS QUE TEMOS, Política Nacional

Cada vez mais os portugueses sentem-se saturados das notícias políticas do dia a dia. Hoje ouve-se um tema sobre uma matéria. Amanhã, o mesmo tema já diz o oposto do que tinha sido apresentado anteriormente. Os políticos dizem e contradizem dia após dia, consoante sopram as necessidades do momento, sem a mínima vergonha de mudarem de opinião sobre tomadas de posição, demonstrando um nível de incompetência e falta de conhecimentos sobre os cargos que desempenham. As falhas consecutivas a nível de projecções ou estimativas, como as previsões do desemprego, são produtos da incompetência dos políticos que as elaboram e/ou apresentam.

A credibilidade da maioria dos políticos é considerada dos níveis mais baixos que possa existir em qualquer tipo de actividade profissional. Qualquer um de nós, não contrataria um advogado não credível e incompetente para tratar de assuntos importantes da nossa vida. Qualquer um de nós, não aceitaria que a sua saúde e vida dependesse das mãos de um médico não credível devido ao conhecimento de casos de mal prática anterior cometidos pelo mesmo. Qualquer um de nós, não contrataria uma empregada doméstica com más referências de abusos de confiança em trabalhos anteriores, para trabalhar dentro de nossas casas.

Como é possível votar em alguém para exercer cargos da nação, como o de primeiro-ministro, com um CV que não apresenta qualquer tipo de experiência comprovada?

Como é possível que alguém como o senhor Relvas, sem um mínimo de vergonha e credibilidade, continuar a exercer as funções de um homem chave do governo, depois de comprovado que as suas habilitações foram adquiridas através de influências e manipulação das leis? Que segredo sobre algo do passado de Passos Coelho, o senhor Relvas possui, para evitar a sua saída do governo? O cargo do senhor Relvas no governo não exige um título de doutor ou engenheiro, mas, credibilidade e competência são factores essenciais.

Como é possível que alguém como Franquelim Alves, envolvido num processo criminoso de uma das maiores fraudes no país, que custou 6 mil milhões de euros aos portugueses, possa ser nomeado Secretário de Estado? Que acreditação tem Miguel Relvas entre os portugueses para defender Franquelim Alves? Nenhuma!

A política é dos assuntos mais nojentos do nosso dia a dia. Mas, independente de querer ou não envolvermos nos assuntos políticos, para além da vida cada vez mais dura que vivemos, temos de activamente participar na vida política do país. Somos nós quem pagamos a todos estes indivíduos, não credíveis e incompetentes. Enquanto que cada um de nós, descemos a nível económico e social, estas individualidades políticas vivem e sobem a nível económico e social à nossa custa.

Independente das afirmações optimista de membros do governo, como a de Vitor Gaspar, de que o país está a sair da crise, o aumento contínuo do desemprego e os cortes sociais caóticos planeados pelo governo, tudo indicam que, tudo aquilo que contribuímos nos impostos e nas contribuições para a segurança social, em nada vão beneficiar o bem-estar futuro dos portugueses.

, ,

About Carlos Piteira

Licenciado em Microbiologia pela Maryland University. Especialista em Microbiologia Clínica pela American Society of Clinical Pathologists. Consultor da Qualidade do Ar Interior. Autor do livro: ” A Qualidade do Ar Interior em Instalações Hospitalares”

Ver todos os artigos de Carlos Piteira

Subscrever

Subscribe to our RSS feed and social profiles to receive updates.

5 comentários em “A POLÍTICA, É DOS ASSUNTOS MAIS NOJENTOS ….”

  1. Gabriel Moreira Says:

    Sabe, eu acredito mesmo que a democracia é a forma de governo menos errada.

    Portanto, quando um governo foi eleito pelos votantes, e com maioria dos votantes, não me ponho como alguns, sempre os mesmos aliás, que ao fim de duas semanas de um governo tomar posse, pedem logo a sua demissão.

    Naturalmente, dirão, é erro meu.

    Mas eu sou assim mesmo, e ninguem me convence de que esses são mesmo uns democratas.

    Naturalmente são uns fascistas disfarçados.

    Gostar

    Responder

    • opaisquetemos Says:

      Caro Gabriel Moreira,

      Obrigado pelo seu comentário.

      Mas, com todo o respeito devo dizer-lhe que o senhor está mal informado.

      Numa democracia, que como o senhor diz é a forma de governo menos errada, o governo é eleito pelos votantes (o povo). Mas o actual governo em Portugal não foi eleito pelo povo mas sim nomeado pelo Presidente da República. Isso, quer dizer, que não teve a maioria dos votos. Por isso, o actual governo, que agrada ao senhor Moreira, não é uma democracia mas sim uma farsa, que só pessoas muito básicas ou inocentes em política é que consideram que vivemos numa democracia.

      Sinceramente,

      Carlos Piteira

      Gostar

      Responder

      • Gabriel Moreira Says:

        Pois eu continuo na minha e entendo que o senhor está completamente errado.

        O actual governo forma uma maioria absoluta na Assembleia da República e foi nomeado pelo P.R. dentro das normas constitucionais estabelecidas.

        Houve 58,07% de votantes e 39,76 votaram na maioria.

        Assim, o actual governo, quere me agrade ou não, está a cumprir um mandato dentro das normas constitucionais.

        Ou agora já não interessa a Constituição?

        Eu serei um inocente mas não me considero um imbecil para não compreender que o seu desejo seria um Governo que fosse conforme os seus interesses.

        Segundo o seu ponto de vista, por exemplo, o Presidente Obama não deveria ter sido nomeado porque não foi eleito pela maioria dos cidadãos norte-americanos.

        Diga-me em que país isso acontece ?

        Gostar

      • opaisquetemos Says:

        Caro Moreira,

        Enquanto houver portugueses felizes e contentes como o senhor, o país não mudará e dia após dia haverá maior miséria.

        Na realidade, pior que ser cego, é termos vista e não querermos ver o que está errado.

        Desejo-lhe continuação de uma vida feliz e que tudo lhe corra sempre bem para si e para os seus.

        Sinceramente,

        Carlos Piteira

        Gostar

  2. RV Says:

    EXCELENTE…

    Gostar

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: