O DÉFICE FIXO A MARTELO ACABA POR TER EFEITOS NEFASTOS

22 de Novembro de 2012

Economia

Segundo a notícia lançada pelo Correio da Manhã, intitulada: “BANCÁRIOS AGRAVAM BURACO DA REFORMA”, o título correcto da notícia deveria de ser “ O GOVERNO CRIOU UM BURACO NA SEGURANÇA SOCIAL”.

Ao apoderar-se do fundo de pensões dos bancários, para fins de alcançar a meta do défice acordado com a troika de 5,9%, o governo encaixou uma receita pontual de 6 mil milhões de euros, assumindo um encargo de 660 milhões de euros anuais, correspondendo a 27 mil pensões.

Opaísquetemos, no seu artigo intitulado: “AS CONTAS DA NAÇÃO”, de 4 de Setembro, alertou para os encargos assumidos pelo Estado com o fundo dos bancários, acrescidos também das responsabilidades assumidas pelo governo anterior referente à PT , o qual corresponde a 396 milhões anuais.

A Segurança Social, com os encargos assumidos de mil milhões de euros anuais das pensões dos bancários e da PT, acrescido dos subsídios de desemprego e apoios sociais de sobrevivência a famílias abaixo da linha de pobreza, mais o aumento do envelhecimento no país, é praticamente um barco a naufragar, sendo apenas uma questão de tempo a curto prazo. Para agravar a situação, a emigração de mais de 200 mil portugueses, contribuiu para uma queda, talvez irreversível de 6% das contribuições para a Segurança Social. Infelizmente, com o índice de natalidade cada vez mais baixo e a percentagem de jovens desempregados cada vez maior e os que trabalham com salários precários, daqui a uma geração, independente de a reforma ser aos 65, 67 ou 70 anos, todos terão de trabalhar até ao último dia de vida para sobrevivência.

Este governo tem que entender que viver à custa de empréstimos, privatizações, venda de imobiliário, património do país e tudo onde possam deitar a mão, como fundos, não é forma de sobreviver, muito menos viver. Lançar pessoas no desemprego, sejam da função pública ou do sector privado, com o encerramento de empresas, aumentam as despesas com encargos sociais de todos sectores e diminuem as receitas de impostos e contribuições para a Segurança Social. O país precisa de produzir através de todos os meios e recursos que possuímos. É tempo de ignorar as teorias medíocres de economia de Cavaco Silva quando mandou abandonar a agricultura, as pescas e muitas indústrias por todo o país. É tempo de eliminar muitas burocracias criadas, para incentivar e facilitar produtividade.

Este governo está mais concentrado em manipular a contabilidade para agradar com números virtuais à troika e outras instituições externas, do que no desenvolvimento de produtividade do país. Mais uma vez, sem produtividade e economia, Portugal não é país para velhos nem para jovens.

Isto não é ficção ou pessimismo. Isto é a realidade!

, , ,

About Carlos Piteira

Licenciado em Microbiologia pela Maryland University. Especialista em Microbiologia Clínica pela American Society of Clinical Pathologists. Consultor da Qualidade do Ar Interior. Autor do livro: ” A Qualidade do Ar Interior em Instalações Hospitalares”

Ver todos os artigos de Carlos Piteira

Subscrever

Subscribe to our RSS feed and social profiles to receive updates.

One Comment em “O DÉFICE FIXO A MARTELO ACABA POR TER EFEITOS NEFASTOS”

  1. Carlos Says:

    Concordo só em parte! Mais uma vez, não culpem a baixa taxa natalidade, não é a causa da falta contribuições da segurança social. Até podíamos ter uma taxa natalidade mais alta, se depois as pessoas quando chegam à idade adulta emigram, o resultado seria o mesmo. O erro está na falta criação emprego, falta condições trabalho e falta perspectivas de futuro no país! É isto que afasta as pessoas, logo por consequência baixa a taxa de natalidade! Criem empregos com estabilidade, que as pessoas logo aparecem!

    Gostar

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: